Juan Guaidó convoca manifestações para os próximos dias na Venezuela

0
Anúncio:

O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, convocou protestos para a próxima quinta-feira (09/01), sexta-feira (10) e sábado (11). A convocação se deu após sua reeleição para o cargo de presidente da Assembleia Nacional, que consequentemente o mantém na presidência interina do país.

Mesmo impedido de entrar no Palácio Legislativo no dia da votação (05) pelos militares a mando de Maduro, Guaidó foi reeleito para o cargo de presidente da Assembleia Nacional (AN) venezuelana por 100 votos. Eram necessários 84 votos para sua recondução ao cargo.

Anúncio:

De acordo com a Agência Brasil, a reeleição de Guaidó para a presidência da AN e sua atuação como presidente interino do país são reconhecidas por dezenas de países, entre eles Brasil e Estados Unidos. Apenas Argentina, México e Uruguai, não reconhecem Guaidó como presidente interino da Venezuela.

Em nota, o governo do Uruguai, porém, expressou “profunda preocupação com a violação dos direitos dos deputados da Assembleia Nacional da Venezuela, a mais alta expressão da democracia e, em particular, com a ação da Guarda Nacional Bolivariana que impediu a participação de representantes legitimamente eleitos pelo povo”.

A marcha

Guaidó afirma que chamará a população a uma grande marcha, a ser realizada na próxima terça-feira (14), para “irmos juntos para a Assembleia”.
“É um chamado às ruas. É hora de se levantar e posicionar-se com força. Vamos nos mobilizar nas ruas quinta, sexta e sábado. E na terça-feira vamos todos juntos à Assembleia Nacional”.
“Não pretendo ser um messias. Não estou pedindo uma segunda chance para Guaidó, estou pedindo uma segunda chance para a Venezuela”, disse o líder de oposição a Maduro.

 

*Com informações da Agência Brasil

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.