Ataque a cristãos demonstra fanatismo e ameaça liberdades, diz escritor espanhol

2
Divulgação

O ataque feito à fé cristã pelo grupo Porta dos Fundos, em seu “Especial de Natal”, é sinal evidente de um fanatismo que pode ameaçar as liberdades individuais e o próprio sistema democrático, diz o advogado e escritor Luis Antequera, autor do livro Cristofobia: a perseguição aos cristãos no século XXI, que será lançado no Brasil em março de 2020, via financiamento coletivo.

Em seu livro sobre os tipos de perseguição religiosa, Antequera define a hostilização e a injúria aos cristãos como “típica do momento histórico que vivemos… produzida por grupos organizados específicos (esquerda radical, lobbies feministas ou gays, lobbies ateístas) como também pelo Estado, quando endossam os slogans desses grupos de hostilizadores”.

Entidades internacionais já consideram a perseguição a cristãos como um genocídio que chegou a um patamar alarmante.

Este tipo de prática demonstra crescimento em países de maioria cristã do Ocidente, onde há maior liberdade de expressão. O problema, diz ele, é que este tipo de ataque ocasiona um boicote às liberdades individuais conquistadas.

“Realizam-na supostos ateus que freqüentemente exibem um fanatismo religioso muito superior ao daqueles que perseguem, e a realizam em nome do progresso e da liberdade que dizem servir”, diz Antequera, em seu livro sobre a perseguição aos cristãos no mundo.

Essa atuação, segundo ele, reflete um menosprezo evidente com a liberdade religiosa e com “o sistema de liberdades individuais, por fim, e do sistema democrático por extensão”.

Nesta quirta-feira, o ex-deputado e ex-BBB, Jean Wyllys saiu em defesa do Porta dos Fundos, por seu Twitter, e incrivelmente acusou aos cristãos ofendidos pelo grupo de “ódio ao riso e ao gozo dos outros”. Ao acusar de ódio as próprias vítimas do ódio, o ex-parlamentar exilado no exterior incentiva ataques e injúrias como essa, além de praticar ele próprio um ato de perseguição e desejar que cristãos sejam silenciados diante de ataques contra eles.

O livro de Luis Antequera está sendo lançado no Brasil pela Editora Estudos Nacionais, por meio do selo ID Editorial, via financiamento coletivo, marcado para março de 2020. A campanha visa alertar para a crescente perseguição a cristãos que vai desde a hostilização e injúria até a prisão e morte, tal como ocorre em diversos países. Autores como Antequera acreditam que injúrias contra cristãos são motivadas por ódios ressentidos que produzem, ao final, perseguições e ataques literais a pessoas por sua fé.

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Orgasmo de CavaloSimone Ingrid de Avelar Carneiro Recent comment authors
  Subscribe  
Notify of
Simone Ingrid de Avelar Carneiro
Visitante
Simone Ingrid de Avelar Carneiro

Tinha que ser Naja Cuspideira Exilada tweetar suas tolices degeneradas.

Orgasmo de Cavalo
Visitante
Orgasmo de Cavalo

Jesus Cristo e o escroto cristianismo de bosta que se fodam. Pau no cu de Cristo.