TSE aprova criação do 33º partido no país: Unidade Popular

4
Anúncio:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou, na última terça-feira (10), a criação do partido Unidade Popular (UP) segundo informa o site Terra. O partido se classifica como “esquerda revolucionária e popular” e é formado por grupo que defendeu liberdade de Lula e diz querer “superar o capitalismo”.

A legenda será a 33ª com registro na Justiça Eleitoral. “Foram dois anos extremamente intensos de campanha e de mobilização, quando alguns diziam que não se podia montar um partido sem dinheiro de grandes empresas ou de apadrinhamento de grandes políticos”, disse o presidente nacional do partido, Leonardo Péricles.

Anúncio:

Leonardo afirma que o partido é de “esquerda revolucionária e popular” e seus integrantes pediram a liberdade de Lula e comemoraram quando está ocorreu. O grupo também apoiou Guilherme Boulos (PSOL) na corrida presidencial.

Péricles ressalta ainda:

“É um partido que se propõe a superar o capitalismo. Só que a gente entende que para ser um partido revolucionário que luta pelo socialismo nós não precisamos ser estreitos, nós precisamos ser amplos” e finaliza: “é uma mentira dizer que o povo não quer saber de poder popular, de socialismo. Pelo contrário, porque nós coletamos mais de 1.2 milhão de assinaturas falando de socialismo, falando de luta popular, falando de poder popular”, informou UOL.

Só resta saber se o supracitado presidente apresentou filmes e documentários sobre Mao Tsé Tung, Stalin, Pol Pot e outros genocidas revolucionários para aqueles que assinaram ou mostrou a calamidade que se encontram Cuba e Venezuela.