Globalistas acusam Bolsonaro de “crimes contra a humanidade”

4
Anúncio:

Duas ONGs denunciaram o presidente Jair Bolsonaro no Tribunal Penal Internacional (TPI), com sede em Haia, na Holanda, por “incitar o genocídio e promover ataques sistemáticos contra os povos indígenas”, devido a declarações e medidas de governo. As ONGs são o “Coletivo de Advocacia em Direitos Humanos” (CADHu) e a Comissão Arns.

Nos últimos anos, quase quatro milhões de dólares foram transferidos por fundações globalistas, Ford e Open Society, ao Fundo Brasil de Direitos Humanos, que é a mantenedora do CADHu.

Anúncio:

Segundo site do Fundo Brasil de Direitos Humanos, o CADHu é um projeto de litigância estratégica em que o Fundo destinou, apenas em 2014, para 12 meses de projeto, 73,7 mil reais. Informações de outros anos não estão disponíveis no site do Fundo. O projeto CADHu é apenas uma dentre as diversas iniciativas que o Fundo Brasil de Direitos Humanos desenvolve na linha de direitos humanos com foco em impactar políticas públicas e o cenário político brasileiro.

Os sites das fundações interenacionais comprovam as doações ao Fundo Brasil de Direitos Humanos. Entre 2014 e 2018 foram 3,78 milhões de dólares oriundos da Fundação Ford. A fundação Open Society, do magnata George Soros, doou em 2015 uma quantia de 50 mil dólares, sob justificativa de viabilizar atividade em “jornalismo e direitos humanos”. O Fundo Brasil distribui os recursos para diversos projetos locais.

Segundo o site da Veja, a denúncia das ONGs contra Bolsonaro no tribunal internacional alegam que o Presidente “incitou violações e violência contra populações indígenas e tradicionais, enfraqueceu instituições de controle e fiscalização, demitiu pesquisadores laureados de órgãos de pesquisa e foi flagrantemente omisso na resposta aos crimes ambientais na Amazônia, entre outras ações que alçaram a situação a um ponto de alerta mundial”.

O CADHu também figurou em notícias recentes opondo-se ao pedido do governador João Dória (PSDB-SP), para recolhimento de apostilas com conteúdo sexualizante e de ideologia de gênero para o 8ª ano da rede estadual.

A ação das ONGs mostra-se alinhadas aos objetivos das fundações internacionais globalistas em recorrer a autoridades internacionais com objetivo de atender a interesses políticos locais.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.

 

4
Deixe um comentário

avatar
8000
3 Tópicos de comentários
1 Respostas em tópicos
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário mais polêmico
4 Autores dos comentários
Almanakut BrasilBrunoJOSE SOUZATEKTONIKE Autores de comentários recentes
  Notifique-me  
newest oldest most voted
Notificar de
TEKTONIKE
Visitante
TEKTONIKE

“Tribunal Penal Internacional” não é brinquedo para criança ! Este tiro dos “ativistas-a-qualquer-preço” mais uma vez sairá pela culatra e serão condenados por “JUIZO DE MA FÉ” e “RESERVA MENTAL” criminosa. Todos os Assédios praticados contra a Nação desde as ameaças da CUT no Palacio com Dilma, ameaçan do pegar em armas contra o Povo requerente do Impeachment, até as ameaças de Stedile e Lula de manobrar um “Exercito do Stédile” nas palavras do hoje reconhecido Ladrão Condenado e ainda solto; a covocação para a Chilinizaçãom tudo será visto pelo #TPI E Só configurará um vergonhoso CRIME DE POGROM, CRIME… Read more »

Bruno
Visitante
Bruno

Você realmente acredita que globalistas trabalhando para globalistas serão condenados por um tribunal globalista?
Na prática esse tribunal não tem poder algum a não ser o de fazer recomendações aos governos.
Ele nem deveria existir. Foi criado só pra punir criminosos de guerra.

JOSE SOUZA
Visitante
JOSE SOUZA

Mimimi da esquerda.

Almanakut Brasil
Visitante
Almanakut Brasil

Tribunal Penal Internacional só depois que a Operação Condor II voar sobre a América LatRina.