Sindicato perde processo contra Secretário da Cultura, Roberto Alvim

0
Anúncio:

O Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões de SP (Sated-SP), perdeu uma ação judicial contra o Secretário Especial da Cultura do Governo Bolsonaro, Roberto Alvim.

O sindicato pedia R$ 30 mil de indenização por danos morais coletivos contra a classe artística. A abertura do processo ocorreu após Alvim criticar a atriz Fernanda Montenegro, por seus ataques ao governo de Jair Bolsonaro.

Anúncio:

Em suas redes sociais, Roberto Alvim comemora a liberdade de expressão respeitada na sentença judicial:

“o SATED – Sindicato dos Artistas
me processou por danos morais coletivos,
por conta da minha resposta à agressão de Fernanda Montenegro contra o governo. eles queriam uma indenização de 30 mil reais. saiu hoje a sentença do Juiz. eles perderam. o direito à liberdade de expressão e pensamento me deu o ganho da causa. grande dia!”

Roberto Alvim, escolhido para o cargo de Secretário Especial da Cultura, no último dia 7, já fechou diversos acordos culturais com vários países, como Hungria, Áustria, Polônia, Croácia, Grécia, Portugal, entre outros.

Siga Estudos Nacionais no Twitter e no Facebook 

Veja também: Governo propõe redução de R$ 500 milhões em fundo partidário

 

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.