Polícia: ONGs incendiaram a Amazônia

4
Anúncio:

Integrantes da Brigada de Incêndio de Alter do Chão foram presos, na manhã desta terça-feira, dia 26, acusados de incendiar uma Área de Proteção Ambiental (APA). A operação da Polícia Civil chamada “Fogo do Sairé”, visa desarticular as ONGs que incendiaram áreas da floresta amazônica no mês de setembro.

Foram presos preventivamente: Daniel Gutierrez Govino, João Victor Pereira Romano, Gustavo de Almeida Fernandes, Marcelo Aron Cwerver.

Anúncio:

Após dois meses de investigação , a polícia descobriu o envolvimento das ONGs no incêndio, dentre elas a Brigada de Alter do Chão. O delegado da Polícia Civil do Interior, José Humberto Melo Jr, declarou que a polícia fez interceptação telefônica dos suspeitos e monitorou conversas telefônicas:

“Começamos a acompanhar toda a movimentação dos quatro suspeitos. Percebemos que a pessoa jurídica deles conseguiu um contrato com a WWF, venderam 40 imagens para a WWF para uso exclusivo por R$ 70 mil, e a WWF conseguiu doações como do ator Leonardo DiCaprio no valor de US$ 500 mil para auxiliar as ONGs no combate às queimadas na Amazônia”.

Assista ao vídeo: Incêndios na Amazônia causados por ONGs de esquerda 

Siga Estudos Nacionais no Twitter e no Facebook 

Leia também: Após se declarar mulher, preso é colocado em prisão feminina e engravida uma detenta