Transgêneros no esporte: ciência e não ideologia

2
Foto: Reprodução - Ilustra o tema. Hannah Mouncey, 28 anos, 1,90m. Transexual que obteve aprovação para competir na categoria feminina pela Federação de Futebol Austrliano, na Austrália. Integrou time masculino por alguns anos e em após "mudança de sexo" em 2015 obteve recente autorização para migrar para categoria feminina.

"A biologia tem sido totalmente deixada de lado na questão dos transgêneros mulheres (aqueles nascidos homens, mas que se identificam com o gênero feminino) no esporte. É louvável a inclusão deste estrato social em competições, já que os estudos mostram que o nível de atividade física delas é menor que o da população em geral, muito disso causado pelo preconceito, mas isso não pode se dar à custa ...


Conteúdo exclusivo.

Consulte nossos pacotes de acesso para conteúdos exclusivos e apoie nosso projeto.

Somos um veículo de mídia, produtor de conteúdos, estudos, cursos e pesquisas independente. Para trabalha de forma completamente independente buscamos o apoio individual pela venda de diferentes produtos.

Contamos com seu apoio!

Se você já adquiriu esse produto virtual, faça seu login.

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Caio S. DuartePAULO Recent comment authors
  Subscribe  
Notify of
PAULO
Visitante
PAULO

SERIA + INTELIGENTE TRATAR O HOMOSEXUAL QUE QUER DEIXAR ESSE SITUAÇÃO, AS A ONU GLOBALISTA, QUE “DEMOCRATICAMENTE MANDA NO MUNDO NÃO QUER E PERSEGUE QUEM FALA A VERDADE.

Caio S. Duarte
Visitante
Caio S. Duarte

Não existe absolutamente nada de louvável nessa suposta inclusão, isso é loucura pura e já está bom de parar.