Maior empresa de mídia da China fecha acordo com a Band

7
wikipedia

O Grupo Bandeirantes de Comunicação (canal Band) anunciou um acordo de cooperação com a empresa estatal China Media Group (maior grupo de mídia da China). O evento que selou a união entre as empresas ocorreu no último dia 11, na sede do Grupo Bandeirantes no Morumbi, em São Paulo. O objetivo da parceria é a produção e compartilhamento de conteúdo para promover as relações entre os dois países.

O acordo, assinado pelos presidentes do Grupo Bandeirantes, João Carlos Saad, e do grupo chinês, Shen Haixiong, prevê uma cooperação de intercâmbio de tecnologias de rádio e televisão, e também o compartilhamento de programas de entretenimento e conteúdo noticioso.

Segundo o presidente da Band, a expectativa é que as duas empresas trabalhem juntos na produção de uma grande variedade de conteúdo:

“Agora temos a oportunidade de mostrar para os chineses quem somos no dia a dia e conhecer a produção deles diariamente. É uma aliança muito interessante. Assisti alguns programas e fiquei muito impressionado. Temos muita coisa para fazer e muito entrosamento. A China está mostrando um novo jeito de se relacionar, fazendo os povos crescerem através de seus investimentos e da melhoria, então acho que essa é uma área de diplomacia e investimento estratégico. Espero que a gente possa produzir mais e tenho certeza que daqui sairão coisas novas, muitas coproduções. Cada vez mais as equipes estão entrosadas, então conseguimos produzir muito conteúdo juntos. Temos um mundo de coisas acontecendo entre China e Brasil e vamos além”, declara João Carlos Saad.

Segundo o presidente da China Media Group, a cooperação com uma empresa brasileira é uma novidade:

“Para nós, tudo é muito novo e já sentimos a cordialidade do povo brasileiro ao chegar aqui em São Paulo. O Brasil não é uma terra desconhecida por nós. Somos povos que nos respeitamos de forma mútua. O documentário Mundo China já foi traduzido em inglês, espanhol, italiano e japonês e esperamos que o lançamento na versão em português possa ajudar o povo brasileiro a conhecer melhor nosso país. A prioridade do Brasil é a economia e geração mais empregos e temos muitos pontos em comum nesse sentido. Vamos trabalhar juntos para que possamos nos conhecer melhor e entender melhor nossas culturas”, declara Shen Haixiong.

Para o governador de São Paulo, João Dória, presente no evento, este contrato de cooperação é uma oportunidade de conhecimento mútuo entre os países:

“A China tem mais de 200 empresas em São Paulo, 302 mil chineses vivem aqui, ou seja, é o estado que concentra os maiores investimentos e a maior população chinesa no Brasil. Não tenho dúvidas de que esse acordo vai promover mais oportunidades para a visualização do que acontece na China pelos telespectadores e ouvintes do Grupo Bandeirantes, e os chineses terão a oportunidade de conhecer melhor o que acontece no Brasil. Isso vai incrementar o movimento de negócios, cultura e turismo”.

Um dos primeiros programas da parceria que será apresentado pela Band, chama-se “Frases Clássicas Citadas pelo Presidente Xi Jinping”, série produzida pelo China Media Group, que reproduz algumas frases e pensamentos do presidente do país comunista.

O China Media Group pretende consolidar um verdadeiro império mundial de mídia. Atualmente, o grupo ocupa a primeira posição entre as empresas do ramo, com a maior produção de programas do mundo e com o maior orçamento para ampliação de sua rede em escala global, com investimentos em mais de 160 países.

 

7
Deixe um comentário

avatar
7 Comment threads
0 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
JOÃO CARLOS MASTROBERTILIGIA LOBO DE REZENDE POPOLIZIOMAURICIO RIGOLETTOZk'AlffPriscila Recent comment authors
  Subscribe  
Notify of
LIGIA LOBO DE REZENDE POPOLIZIO
Visitante
LIGIA LOBO DE REZENDE POPOLIZIO

Mais uma etapa do projeto de dominação mundial. Veja: https://www.articulacaoconservadora.com.br/discurso-general-chines/

JOÃO CARLOS MASTROBERTI
Visitante
JOÃO CARLOS MASTROBERTI

Agora eu comecei a entender o porque do grande número de demissões na BAND/RS, vão trazer jornalistas e pessoal da China? a BAND já tem os seus comunistas de estimação, não precisa trazer da China.