Esquerda deve plantar falsa acusação de propina para acabar com a Lava-Jato

2
Anúncio:

Segundo fontes, um grupo de esquerda discute criar um grave escândalo envolvendo o ex-advogado da Odebrecht, Rodrigo Tacla Duran e membros da Operação Lava-Jato para levar o caso ao STF e acabar com a Operação Lava-Jato.

A estratégia seria divulgar uma acusação de que membros da Polícia Federal e Ministério Público Federal teriam pedido propina para o ex-advogado da Odebrecht. Isso retomaria acusações já aventadas desde janeiro, em escalada de narrativa no site do PT, fatos que foram apurados e descartados.

Anúncio:

A intenção com isso seria, segundo a fonte, dar subsídio para que importantes políticos do PT e da esquerda entrassem com uma representação contra os procuradores da Lava-Jato no Supremo. A representação poderia cair na mão de Gilmar Mendes, para que fosse determinada a prisão de procuradores da Lava-Jato e determinado o fim da Operação.

A fonte da informação teria uma pessoa infiltrada em grupos de esquerda que articulam a ação e as reações ao factoide, que viria a público ainda nesta semana. Ciro Gomes e Gilmar Mendes seriam peças chave nesse processo, disse a fonte.