Senador diz: “Para mim é uma tristeza essa decisão do Supremo”.

3
Anúncio:

Em entrevista, o senador Marcio Bittar falou sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal e frisou que o fim da prisão após julgamento em segunda instância retrocede o país para 2016 e finaliza: “dia triste”.

Em relação a CPI da Lava Toga, o senador afirma que “não podemos agir pelo fígado” e que essa questão da CPI contra o Supremo “não tem o menor cabimento”.

Anúncio:

Ao ser questionado se apoia o Pacote Anti-Crime do Ministro Sérgio Moro, disse que: “Não só apoio, como acho que poderia ser mais radical. Eu sou contra a saidinha, contra o auxílio-reclusão e contra a audiência de custódia. Esses três itens desmoralizam o homem da lei (…) Desmoraliza a sociedade”.

Ouça: