Grêmio do IFSP constrange alunos que não assinaram abaixo-assinado contra Future-se

14
Imagem enviada por aluno do IFSP. Sigilo de fonte preservado.

Um aluno do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) fez uma denúncia contra o Grêmio Livre Estudantil Charlie Chaplin , que segundo informou, no dia 5/11, assediou e constrangeu publicamente alunos que se recusaram a assinar uma petição contra o programa Future-se, do Governo Federal.

Segundo a fonte, que pediu para não ser identificado por temer retaliações, “os alunos que não assinaram tiveram seu nome divulgado em voz alta para a sala, causando desconforto e constrangimento para os alunos que não concordaram com a petição.”

Esse é mais um episódio que demonstra o estágio de predomínio ideológico escolar em que vive o Brasil, que sob o véu de defesa da democracia, faz campanha política e persegue estudantes que não concordam com as pautas dos movimentos que tomaram posições de mobilização e organização estudantil.

O abaixo-assinado se dirige ao Conselho Superior e à Reitoria do IFSP, pedindo a rejeição a adesão ao Programa FUTURE-SE. O Grêmio alega, no documento, que se trata do “maior ataque ao ensino superior público desde a ditadura militar, ameaçando liquidar a autonomia das instituições, o financiamento público, a gratuidade e a carreira de seus trabalhadores”.

14
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
4 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors
Lilian SanchesCaio S. DuarteLuanDemocraciaRenata Recent comment authors
  Subscribe  
Notify of
Pedro Fonseca
Visitante
Pedro Fonseca

Tá certo, tem que constranger otário mesmo

Alcoólico anonimo
Visitante
Alcoólico anonimo

errado não tá

Leandro
Visitante
Leandro

Estudei no IFSP quando era Cefet. Na epoca nao havia esta polarização do Nos e Eles adotado como discurso presidencial.

Luan
Visitante
Luan

Legal, na época todos agindo como uma só massa. Coisa mais burra não há.
Todos tem o direito a pensar diferente e é bom que pensem, só o que não pode é isso, coagir quem pensa diferente, como a esquerda sempre faz.

T.N.C.
Visitante
T.N.C.

tinha é que ter dado umas porradas nesses merdas que não assinaram. estão usufruindo da rede federal e jogam contra ela. e ainda é x-9 covarde!
esses SIM doutrinados pelo Estado, IURD e Paulo Guedes, não sabem o que está em curso contra os servidores, docentes da rede e contra eles mesmos….cambada de alienado escroto!

Luan
Visitante
Luan

Bela democracia. Vocês são os fascistas.

David Quinelato
Visitante
David Quinelato

Olha, eu votei no Bolsonaro. Mas terei de concordar com a posição dos alunos no grêmio. Nosso país não está preparado para esse programa, e muito menos para a privatização das instituições de ensino.
O ensino gratuito é um legado que trazemos por herança, que precisa ser mantido e aperfeiçoado, porem de forma alguma cerceado.

Luan
Visitante
Luan

E que diabos esse programa tem a ver com o fim do ensino gratuito? Ele serve para facilitar o investimento privado em universidades públicas.