Com novos deputados de direita eleitos, Fernándes terá forte oposição na Argentina

5
foto: wikipedia

A Câmara dos Deputados da Argentina é composta por 257 assentos, dos quais 120 foram conquistados por parlamentares alinhados a Alberto Fernández e a ex-presidente, agora vice, Cristina Kirchner. A oposição conquistou 137 assentos. Esses números demonstram que o presidente em exercício, Maurício Macri, apesar de sua derrota, não sairá do governo tão enfraquecido assim.

Para o governo de Fernández conseguir aprovar projetos com necessidade de maioria simples, precisará negociar e convencer cerca de 10 deputados opositores. Já para projetos mais complexos, em que o número de votos necessários para aprovação aumenta para dois terços, o governo precisará convencer, além de todos os deputados aliados, mais de 50 deputados da oposição.

O Senado da Argentina é formado por 72 bancas, dos quais 37 foram conquistados por aliados de Fernández e Cristina. Apesar de garantir maioria na casa, o governo não terá muita facilidade, uma vez que, para empatar as votações, basta que 1 senador considerado aliado vote contrariamente ao governo.

Enquanto as pesquisas davam uma vitória folgada a Fernández e Cristina Kirchner, com mais de 20% de vantagem, o que ficou demonstrado foi uma eleição bem mais apertada. Fernández terminou com 48,10% enquanto Macri ficou com 40,38% dos votos.

Logo no primeiro dia após a confirmação da derrota de Maurício Macri (que apesar de enfrentar vários problemas na economia do país é um aliado de Donald Trump) as bolsas de valores da Argentina caíram abaixo dos 5%. O empresariado internacional vê com preocupação o retorno de um governo socialista no país. A economia deve ser o principal desafio do novo governo da Argentina, que vive uma das piores crises de sua história.

5
Deixe um comentário

avatar
5 Comment threads
0 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Paulo BritoBrunoZk'AlffRafaelCícero Recent comment authors
  Subscribe  
Notify of
Cícero
Visitante
Cícero

Dá-lhe mensalão!

Rafael
Visitante
Rafael

se a oposição a Fernandes for igual a “oposição” no Brasil durante o governo do PT, tá tudo em casa haha

Zk'Alff
Visitante
Zk'Alff

” Esquerda / Direita / Frente / Verso / Acima / Abaixo / etc etc ….. E a Gadaria segue se chifrando sem se dar conta do curral Q. a cerca ….. ‘ Vida D. Gado / Povo Marcado ‘ ” !!!!!!!!!!

Bruno
Visitante
Bruno

A direita liberal vai correndo pra fingir que é pró-democracia e que “ouve a voz das ruas”. Esses caras nem sonham em fazer oposição, são um bando de frouxos. Espero que provem que estou errado.

Paulo Brito
Visitante
Paulo Brito

Se forem como a “nova direita” brasileira, não haverá oposição nenhuma.