Juíza suspende recolhimento de apostilas com ideologia de gênero determinado por João Dória

6
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil.
Anúncio:

Conforme noticiado no Conjur, a juíza Paula Vasconcelos Navarro, da 9ª Vara de Fazenda Pública de São Paulo, suspendeu na terça-feira (10/09) a decisão de João Dória que determinava o recolhimento de apostilas com conteúdo sobre ideologia de gênero para alunos do 8º ano das escolas estaduais de São Paulo.

A juíza argumentou que a retirar o material “suprimiria conteúdo de apoio de todo o bimestre de diversas áreas do conhecimento humano aos alunos do oitavo ano da rede pública, com concreto prejuízo ao aprendizado”. Além disso, considerou que a decisão de João Dória em recolher o material causaria lesão ao patrimônio público e ao erário, pois o caderno já foi distribuído a todos os alunos da rede pública.

Anúncio:

As apostilas já recolhidas, conforme determina a juíza, devem retornar para as escolas para que sejam usadas pelos estudantes, em um praz de 48 horas. A decisão atende ao pedido do Coletivo de Advogados de Direitos Humanos (CADHu).

 

 

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.