“Somos todos Lula”, diz líder da extrema-esquerda francesa

2
Anúncio:

Líder do partido de extrema-esquerda francesa, – La France Insoumise ( A França Insubmissa) – Jean-Luc Mélenchon, visitou o presidiário Lula ontem (5), na sede da Polícia Federal, em Curitiba. O deputado francês está em viagem pela região e, antes de desembarcar no Brasil, se encontrou com lideranças da esquerda do México, Argentina e Uruguai.

Segundo a Veja, Mélenchon qualificou Sérgio Moro, líder da pasta da justiça, de “personalidade politicamente corrompida” e afirmou que o protagonista da Operação Lava-Jato está “disposto a sujar a justiça de seu próprio país para levar até o fim o processo político”.

Anúncio:

Mélenchon, que fora candidato à presidência francesa na última eleição, mantém uma relação de amizade com o ex-presidente petista e afirma que o presidiário continua com “a mesma força de caráter”: “Eu o encontrei com a mesma força de caráter. Somos todos Lula”, afirmou o parlamentar francês e completou: “Eu saio, depois de receber a energia ele”.

Ainda em suas declarações após a visita, Mélenchon afirmou que Lula – condenado por 8 anos e 10 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex, no Guarujá – o convidou à “resistência”.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.

 

2
Deixe um comentário

avatar
8000
2 Tópicos de comentários
0 Respostas em tópicos
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário mais polêmico
2 Autores dos comentários
Almanakut BrasilSonia von Homrich Autores de comentários recentes
  Notifique-me  
Notificar de
Sonia von Homrich
Visitante
Sonia von Homrich

Para vocês verem que a ausência de neurônios com distorções cognitivas atingem pessoas de várias nações – deve se tratar de algum tipo de epidemia.

Almanakut Brasil
Visitante
Almanakut Brasil

Va te faire foutre!