Bolsonaro volta a bater na Globo

1
Anúncio:

O presidente Bolsonaro voltou a criticar a imprensa e, sobretudo, a Rede Globo. Em conversa, nesta quarta-feira (4), com jornalistas, ao deixar o Palácio da Alvorada, o mandatário, se referindo ao Jornal Nacional, afirmou estar sendo alvo de ataques devido ao corte de verbas à emissora carioca: “Agora o JN se prestou, como não tem mais teta, não estão mamando mais, não tem mais propagando oficial do governo. O esporte agora é me atacar. Não vão conseguir, o couro aqui é grosso.”

Bolsonaro, em clara resposta irônica após ser questionado sobre o aniversário de 50 anos do telejornal, disse que a emissora estreou em plena vigência da tão falada Ditadura Militar, quando umas das principais características de qualquer ditadura é o fechamento dos meios de comunicação: “Olha só imprensa brasileira, vocês falam tanto em ditadura. Ela [ditadura] se prima, entre outras coisas, por fechamento de jornais, rádios e televisões. A TV Globo nasceu em 1965, é uma empresa, então, ditatorial. A Veja nasceu em 1968.”

Anúncio:

 

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.

 

1
Deixe um comentário

avatar
8000
1 Tópicos de comentários
0 Respostas em tópicos
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário mais polêmico
1 Autores dos comentários
Leandro José Autores de comentários recentes
  Notifique-me  
Notificar de
Leandro José
Visitante
Leandro José

É isso aí presidente!! Essa emissora lixo tá desesperada! E o show do palocci? A delação continua e os gigantes estão caindo.