Entidades veem “fundamentalismo” em rejeição à Ideologia de Gênero no ensino

2
Reprodução Youtube
Anúncio:

Depois que o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), cedeu à pressão de eleitores nas redes sociais declarando que iria retirar os termos da Ideologia de Gênero do currículo escolar, 11 entidades ligadas ao meio universitário e científico publicaram um manifesto no qual consideram como “fundamentalismo” a atitude do governador.

De acordo com matéria do site NSC Total, o manifesto foi enviado ao Governo do Estado e à Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (2) e foi redigido pela Secretaria Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência de SC (SBPC-SC), pelo Fórum Estadual Popular de Educação de SC (Fepe-SC) e pelo Instituto de Estudos de Gênero da Universidade Federal de Santa Catarina (IEG/UFSC).

Anúncio:

O texto defende o uso da “teoria de gênero”, também chamada Ideologia de Gênero, na educação como forma de evitar discriminações. Segundo a reportagem do NSC, os “estudos de gênero e sexualidade são um campo importante da pesquisa científica no mundo todo, e Santa Catarina é um dos principais polos de pesquisa na área”. O texto das entidades alega que a falta dessa temática poderá fazer aumentar os casos de “feminicídio” nas escolas, um dos temas “diretamente afetados pela exclusão dos estudos de gênero da pauta da educação”.

Para defender o uso da ideologia nas escolas brasileiras, o manifesto se vale de entidades internacionais:

Conforme apontam organismos internacionais como a ONU, a Unesco e a Unaids, abordar estas questões na escola – espaço fundamental de construção de cidadania – é a melhor forma de combater discriminações e violências desde cedo”, afirma o manifesto.

A Ideologia de Gênero vem sendo rejeitada por ampla maioria da sociedade brasileira, seguida pela onda conservadora que elegeu Jair Bolsonaro. As causas disso foram as constantes queixas de abusos da liberdade de cátedra por parte de professores para a disseminação de teorias especulativas sobre sexualidade, que acabam servindo de palanque ideológico e político em favor de pautas culturais determinadas e movimentos.

Em maio deste ano, a morte do menino Rhuan por sua mãe e a companheira foi entendida como um resultado da Ideologia de Gênero, já que as assassinas acreditavam que o menino era “uma menina no corpo de um menino”, crença que caracteriza a ideologia. A mudança física e tratamentos hormonais vêm sendo recorrentemente recomendados por médicos no mundo, atendendo a pressupostos de Gênero, o que vem sendo visto com preocupação por parte da comunidade científica.

Em agosto de 2016, a American College of Pediatricians (ACPeds) publicou um estudo, assinado pela presidente da associação, a doutora Michelle Cretella, analisando a literatura médica sobre disforia de gênero e as bases científicas dos atuais protocolos para o tratamento dessa condição, principalmente em relação a crianças e adolescentes. A partir de uma extensa análise dos dados, o relatório conclui pela falta de evidências científicas sólidas para recomendar tratamentos invasivos, como os bloqueios hormonais em crianças e adolescentes, cujos efeitos ainda são em grande parte desconhecidos ou, em muitos casos, prejudiciais.

Grupos interessados reagem a crescente rejeição popular e política

Diante da indignação popular manifestada nas redes sociais, o governador de São Paulo, João Dória, acabou admitindo que iria recolher material didático que se baseava nos pressupostos da Ideologia de Gênero.

Pelo Twitter, na manhã desta terça-feira (03), o presidente Jair Bolsonaro determinou que o Ministério da Educação, comandado por Abraham Weintraub, elabore um Projeto de Lei vetando a ideologia de gênero no ensino fundamental.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.

 

2
Deixe um comentário

avatar
8000
2 Tópicos de comentários
0 Respostas em tópicos
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário mais polêmico
2 Autores dos comentários
AruanAlmanakut Brasil Autores de comentários recentes
  Notifique-me  
Notificar de
Almanakut Brasil
Visitante
Almanakut Brasil

Antro não é entidade.

CAMAÇADA DE PAU – o que é, significado | Qual é a gíria?

https://qualeagiria.com.br/giria/camacada-de-pau

Aruan
Visitante
Aruan

A Ideologia de Gênero é exatamente isso: ideologia. Deve ser execrada e toda comunidade científica deve rejeitá-la como fundamento para quaisquer políticas públicas que sejam, posto que sua vigência é totalmente eivada de subjetividade, ideologia e parcialidade política. Temos de ter longa distância desses tiranetes que querem impôr aos nossos filhos esse tipo de lixo.