Moro e Araújo barram a entrada de Maduro e seus capangas no Brasil

1
Anúncio:

Na tarde desta segunda-feira (29), os ministros Sérgio Moro e Ernesto Araújo, donos das pastas da Justiça e das Relações Exteriores, respectivamente, editaram uma portaria prevendo o barramento de membros da cúpula do ditador venezuelano Nicolás Maduro.

Segundo o ato, o impedimento se dará pois as ações dos altos funcionários venezuelanos “contrariam princípios e objetivos da Constituição Federal, atentando contra a democracia, a dignidade da pessoa humana e a prevalência dos direitos humanos”.

Anúncio:

Sendo assim, os nomes listados no caput dessa portaria, segundo elaboração da chancelaria, com posterior aprovação de Moro, “não poderão ingressar no território nacional”, diz o texto.