Fiquei feliz, amigo, ao teu retorno

1
Anúncio:

 

Fiquei feliz, amigo, ao teu retorno;

Anúncio:

ouvir a voz, a minha, em tua fala.

Nossa palavra, a brasa, acende o forno,

iluminando a casa, quarto e sala.

 

Te passarei café para animar-te;

do teu silêncio, grave, zombarei.

Tu és, amigo, ao todo e em cada parte,

o que, de mim, melhor, a mim me dei.

 

De que valia a vida sem teus olhos,

teus ouvidos atentos a escutar-me?

Tua presença exala como os óleos:

é leito em que me deito ao derramar-me.

 

Chegaste e não te foste: estás comigo.

Tu és eu mesmo. E eu? Sou teu, amigo.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.

 

1
Deixe um comentário

avatar
8000
1 Tópicos de comentários
0 Respostas em tópicos
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário mais polêmico
1 Autores dos comentários
Caio Autores de comentários recentes
  Notifique-me  
Notificar de
Caio
Visitante
Caio

Lindo poema! Parabéns!