“Se perguntar a fórmula da água, não sabe”, diz Bolsonaro sobre manifestantes da educação

5
Anúncio:

Em sua chegada a Dallas (EUA), Bolsonaro foi questionado por repórteres sobre as greves de estudantes que protestam contra o contingenciamento de verbas destinadas à educação. Em resposta, Bolsonaro disse que a maioria dos manifestantes “são militantes” – ou seja, pessoas ligadas a agremiações políticas e a movimentos sociais – e não estudantes, e que, por isso, se fossem perguntados sobre a fórmula da água não saberiam responder. “Não sabem nada”, afirmou.

O presidente ainda chamou-os de “idiotas úteis”, termo usado por Lênin para se referir às pessoas, geralmente jovens, que apoiavam as bandeiras dos comunistas sem estarem plenamente cientes do que se tratava. Segundo Bolsonaro, os estudantes “estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo das universidades federais no Brasil”.

Anúncio:
 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.