Brasil registra queda de 25% nos assassinatos no primeiro bimestre de 2019

1
Anúncio:

Brasil registra uma queda de 25% no números de assassinato se comparado ao mesmo período do ano passado.

Os dados são fornecidos pelo Monitor de Violência, operado pelo G1, pesquisadores da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Anúncio:

O relatório mostra que houve 6.856 mortes violentas no primeiro bimestre de 2019 enquanto em 2018, no mesmo período, se registrou a terrível marca de 9.094. A pesquisa só desconsidera os números do Paraná que não puderam ser fornecidos pelo governo do estado.

Fato interessante é que a queda mais acentuada se deu nos estados do Nordeste (34% a menos), com destaque ao Ceará (queda de 58%), que, no começo do ano, sofreu com uma série de ataques do crime organizado em retaliação ao endurecimento do setor de Segurança Pública.

Apesar disso, os índices de crimes violentos na região seguem muito altos, sobretudo na Bahia (841) e Pernambuco (540). O Rio de Janeiro (734) também apresenta uma taxa elevada.

Ainda não é possível avaliar com precisão as causas da queda. No entanto, um componente que certamente deve entrar nessa equação é a postura dos governos, tanto o federal quanto boa parte dos estaduais, no que toca às questões de segurança. A tônica da última campanha e dos primeiros atos dos governos têm ido de um encontro a um combate mais firme à criminalidade.

Posições duras como a do governador Wilson Witzel do Rio de Janeiro, João Dória de São Paulo, do Ministro da Justiça e Segurança Sérgio Moro e mesmo do presidente Jair Bolsonaro podem estar dando seus primeiros frutos de sucesso.

Vale lembrar que ainda há muito o que se fazer pelo setor e que a pauta da Segurança Pública deve ser o grande destaque tão logo acabem as discussões em torno da Previdência, com o Pacote Anticrime do Moro entrando em votação.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.

 

1
Deixe um comentário

avatar
8000
1 Tópicos de comentários
0 Respostas em tópicos
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário mais polêmico
1 Autores dos comentários
Alessandro Autores de comentários recentes
  Notifique-me  
Notificar de
Alessandro
Visitante
Alessandro

Isso é tudo que os esquerdopatas terroristas comunistas e socialistas não queriam.